Você sabe o que significa o janeiro branco? 10/01/2022 Fonte: Dayane P. de Lima

Janeiro branco é uma campanha, que teve início em 2014, com o objetivo de chamar a atenção da população para a saúde mental. Foi escolhido o mês de janeiro para aproveitar esse momento de início de ano para um momento de reflexão e planejamento da saúde mental e cuidado com nossas emoções.

 

A meta dessa campanha é demonstrar que igual ao físico a nossa mente também precisa de uma atenção.

 

Uma das propostas do janeiro branco é explorar a simbologia com um recomeço, a fim de motivar as reflexões sobre a necessidade de conversar sobre a saúde mental.

 

Em 2020 o tema da campanha do Janeiro branco foi “Precisamos falar sobre saúde mental”, devido os impactos causados pela pandemia do novo coronavirus, com a abordagem pertinente ao cenário atual.

 

Devido ao grande números de doenças relacionadas a saúde mental, não podemos esquecer da importância da alimentação na prevenção e no tratamento das mesmas. Uma pesquisa realizada na Austrália demonstrou que as pessoas que se alimentam bem com base em frutas, verduras, castanhas, peixes e se hidratam bem, tem um índice menor a ter depressão. A nutricionista Dayane lima, também alerta que o excesso de açúcar que pode aumentar as crises de ansiedade. Os alimentos processados são outros contribuintes para os distúrbios da saúde mental. Nosso corpo produz serotonina, um neurotransmissor capaz de apresentar uma sensação de bem estar e melhora no humor, sendo presente em alguns alimentos como melancia, abacate, mamão, tangerina, a maça e a laranja são alimentos ricos em ácido fólico que são importantes para pacientes com depressão, já o iogurte por ser fonte de cálcio diminui a irritabilidade, as castanhas, nozes e amêndoas, ótimas fontes de selênio que contribui na redução dos sintomas causados pela depressão. Não podemos esquecer do poder da aveia, um alimento fibroso que além de auxiliar no transito intestinal combate a ansiedade e a depressão.

 

Esses alimentos devem fazer parte da rotina alimentar, desde que o paciente não apresente alguma patologia que modere o consumo, para saber mais sobre os alimentos capazes de melhorar a saúde mental, e ter um plano alimentar individualizado procure um profissional nutricionista.

 

Dayane P. de Lima é Nutricionista CRN/1 n°14326/P

Graduada em Nutrição e Pós Graduanda em Nutrição Esportiva

Fone (066) 99611-4386

Rua Lucca 436, Residencial Florença

Sinop - MT

COMPARTILHAR COM